FacebooktweeteryoutubehistorypinSlideshare
Get flash player to play to this file
FACEBOOK
NEWSLETTER

Remover e-mail da newsleter:


DESTAQUES

PTM IBÉRICA

Sobrevoando o Porto de Aveiro #1 | 2014 | VÍDEOFOTO

Jardim Oudinot | Fotos Aéreas| 2014 | VÍDEOFOTO

Exercício/Simulacro “Porto Seguro 2013” (Vídeo-foto 1)

Porto de Aveiro em movimento #1 | 2014 | VÍDEOFOTO

Sobrevoando o Porto de Aveiro #2 | 2014 | VÍDEOFOTO

Bicentenário da abertura da Barra de Aveiro

Praia da Barra – Fotos de outros tempos

Excursão dos Empregados Superiores do «Diário de Notícias» a Viseu e Aveiro - 1930


METEO
Tempo Aveiro
LINKS

Figueira
Arquivo


Publicidade

FOTOS

 Saída para o Mar

Saída para o Mar
SLIDESHOW



ACEDA AO DOCUMENTO
Relatório Final da Avaliação da Qualidade do Ar na Envolvente do Porto de Aveiro já foi apresentado

 A APA – Administração do Porto de Aveiro procedeu esta terça-feira, 11 de Agosto, à divulgação do estudo sobre a Avaliação da Qualidade do Ar na Envolvente do Porto de Aveiro, elaborado pelo IDAD – Instituto do Ambiente e Desenvolvimento.

O Estudo teve por objectivo avaliar a qualidade do ar, principalmente na parte urbana da Gafanha da Nazaré, e identificar eventuais riscos para a saúde pública devidos à movimentação no Porto de Aveiro de petcoke e outros granéis sólidos.

As três campanhas de monitorização levadas a cabo, uma no Inverno e duas no Verão, para ventos predominantes de norte a noroeste - aqueles que podem, na passagem pelo Terminal, arrastar poeiras para as habitações -, não evidenciaram situações de risco para a saúde pública, com os parâmetros medidos a respeitarem os limites recomendados na legislação aplicável.

As simulações efectuadas, em túnel de vento e em computador, permitiram conhecer melhor o encaminhamento de poeiras geradas na movimentação de produtos no Terminal de Granéis Sólidos e indicaram que, para a zona habitacional da Gafanha da Nazaré, a situação mais penalizadora é a ditada por vento do quadrante norte, ainda que o teor de partículas seja baixo, estimado em 9 microgramas, face a um limite legal de 50 microgramas.

O estudo elaborado pelo IDAD aponta medidas de minimização que, em parte, consagram a alteração de procedimentos já adoptada: pulverização com água do petcoke durante a movimentação e limitação da quantidade e da permanência do produto em cais. Complementarmente o IDAD recomenda que seja colocada uma barreira a norte do material em cais, a instalação de uma estação para a medição do teor em partículas no ar e a interrupção das operações de descarga para ventos superiores a 14 metros por segundo.

A APA irá acolher as recomendações e, em breve, começará a implementar estas medidas.

ACEDA AO RELATÓRIO (formato pdf)

VEJA O VÍDEO


 



Data: 2015-08-11

feed
mapa