FacebooktweeteryoutubehistorypinSlideshare
Get flash player to play to this file
FACEBOOK
NEWSLETTER

Remover e-mail da newsleter:


DESTAQUES

PTM IBÉRICA

Sobrevoando o Porto de Aveiro #1 | 2014 | VÍDEOFOTO

Jardim Oudinot | Fotos Aéreas| 2014 | VÍDEOFOTO

Exercício/Simulacro “Porto Seguro 2013” (Vídeo-foto 1)

Porto de Aveiro em movimento #1 | 2014 | VÍDEOFOTO

Sobrevoando o Porto de Aveiro #2 | 2014 | VÍDEOFOTO

Bicentenário da abertura da Barra de Aveiro

Praia da Barra – Fotos de outros tempos

Excursão dos Empregados Superiores do «Diário de Notícias» a Viseu e Aveiro - 1930


METEO
Tempo Aveiro
LINKS

Figueira
Arquivo


Publicidade

FOTOS

 Entardecer no Cais

Entardecer no Cais
SLIDESHOW



RAMAL FERROVIÁRIO DO PORTO DE AVEIRO
Obra sonhada há mais de duas décadas

A Ligação Ferroviária ao Porto de Aveiro era, há duas décadas, uma ambição do Porto de Aveiro, das Câmaras Municipais e dos agentes económicos da região.

REPRODUZIMOS NOTÍCIA PUBLICADA EM MARÇO DE 2010, POR OCASIÃO DO INÍCIO DA EXPLORAÇÃO DA FERROVIA

As primeiras referências à Ligação Ferroviária ao Porto de Aveiro constam do Plano Director de Desenvolvimento e Valorização do Porto e Ria de Aveiro, realizado em 1974. A partir dessa data, várias foram as soluções de implantação do traçado, desenvolvidas pela articulação entre as Secretarias de Estado dos Transportes, da Administração Pública e da Câmara Municipal de Aveiro, com sucessivos melhoramentos técnicos e reduções do impacte económico, financeiro, ecológico e social.
Finalmente, entre 2002 e 2005 são desenvolvidos os estudos e projectos que configuraram a solução de engenharia que veio a ser adoptada, tendo-se iniciado os trabalhos no terreno em 2007, cuja directriz, partindo da Plataforma Multimodal de Cacia, junto à Linha do Norte, aproveita o corredor existente entre a A25 e o interceptor da SIMRIA.

Esta ligação permitirá captar e reforçar fluxos de mercadorias: produtos agro-alimentares e de carga contentorizada,

Tratou-se de projecto integrado entre a Rede Ferroviária Nacional REFER, EPE e a Administração do Porto de Aveiro, com vista à construção faseada das seguintes intervenções:
APA
Construção do novo Terminal de Granéis Sólidos
Conclusão da via de cintura interna do Porto de Aveiro
Construção das acessibilidades ferroviárias no interior do porto

REFER
Construção da Plataforma Multimodal de Cacia
Construção do Ramal do Porto de Aveiro

A importância do Porto de Aveiro e a concentração de um considerável conjunto de indústrias foram factores determinantes para a construção destas infra-estruturas, que viabilizam novas ligações ferroviárias para as mercadorias recebidas e expedidas por via marítima, seja na sua relação com o restante território nacional (fábricas, plataformas logísticas, outros portos) seja com Espanha e a rede transeuropeia de transporte ferroviário de mercadorias.

LIGAÇÃO FERROVIÁRIA AO PORTO DE AVEIRO
Iniciada em 2007, esta obra contemplou 3 fases:

1ª Fase: a Construção da plataforma ferroviária de 6,5 kms constituída, pelas seguintes obras de arte:
Viaduto Nascente de acesso à Ponte das Pirâmides – 2823m;
Viaduto Poente de acesso à Ponte das Pirâmides – 976m;
Ponte das Pirâmides – 175m;
Ponte da Gafanha e Viaduto de Acesso – 197m.

2ª Fase: Construção da plataforma ferroviária entre o Viaduto de Acesso à Ponte da Gafanha) a entrada no Porto de Aveiro e da plataforma dos feixes ferroviários no interior do porto, que compreende ainda construção de uma via de cintura portuária, com cerca de 3710 m, incluindo, nomeadamente, uma passagem inferior pedonal, 3 passagens superiores rodoviárias e novas acessibilidades na zona da Gafanha da Nazaré.
3ª Fase: Instalação de 9 kms de via-férrea entre a saída da Plataforma Multimodal de Cacia e a entrada do Porto de Aveiro, e de um feixe de cinco linhas dentro do porto, com cerca de 6 kms, e respectivos aparelhos de mudança de via e ligações aos terminais portuários.
Numa extensão de 9 kms em via única não electrificada, permite a circulação de composições de mercadorias com carga máxima de 25 toneladas por eixo e velocidade máxima de 60 km/h.

Um feixe distribuidor, junto ao Porto de Aveiro, é formado por 5 linhas com ligações aos terminais portuários – uma plataforma preparada para, no futuro, poder receber 9 linhas.
Uma obra de grande complexidade quanto à natureza geológica, à implantação do traçado e à convivência com outras infra-estruturas lineares, tal implicou a criação de um Sistema de Gestão de Segurança e um Plano de Emergência


 



Data: 2013-03-03

Artigos relacionados:


feed
mapa
Publicidade