FacebooktweeteryoutubehistorypinSlideshare
Get flash player to play to this file
FACEBOOK
NEWSLETTER

Remover e-mail da newsleter:


DESTAQUES

PTM IBÉRICA

Sobrevoando o Porto de Aveiro #1 | 2014 | VÍDEOFOTO

Jardim Oudinot | Fotos Aéreas| 2014 | VÍDEOFOTO

Exercício/Simulacro “Porto Seguro 2013” (Vídeo-foto 1)

Porto de Aveiro em movimento #1 | 2014 | VÍDEOFOTO

Sobrevoando o Porto de Aveiro #2 | 2014 | VÍDEOFOTO

Bicentenário da abertura da Barra de Aveiro

Praia da Barra – Fotos de outros tempos

Excursão dos Empregados Superiores do «Diário de Notícias» a Viseu e Aveiro - 1930


METEO
Tempo Aveiro
LINKS

Figueira
Arquivo


Publicidade

FOTOS

 Encontro Natural

Encontro Natural
SLIDESHOW



«AVEIRO: A CIDADE QUE ME ACOLHEU»
Hoje é o último dia para visitar a exposição de António Rato

Moliceiros, salinas, lagunas e ovos moles são alguns dos elementos que fazem de Aveiro uma cidade polarizadora de uma cultura urbana vibrante, e que conjuga, como nenhuma outra, modernidade e tradição. Foram estes elementos distintivos que coloriram as telas e inspiraram as horas vagas e o traço de António Rato, funcionário dos Serviços de Gestão Técnica e Logística da Universidade de Aveiro (UA). “Aveiro: a cidade que me acolheu” é o nome da exposição que pode ser visitada até 30 de janeiro, na Casa Municipal da Juventude de Aveiro, da autoria deste artista da UA.

Conhecida como a “Veneza portuguesa”, a cidade de Aveiro é banhada pela Ria, sendo nos seus coloridos moliceiros, nos edifícios ao estilo Arte Nova e nos tons de azul e verde que pontuam a atmosfera urbana, que António Rato vai beber inspiração “para o desenho e para os traços perdidos”, assume.

“Os esboços e os esquiços são frequentes, para olhar, observar e voltar a olhar. Os mercantéis e as bateiras são embarcações características de Aveiro e tornam-se permanentemente uma sugestão e uma influência para a tela e para a folha de papel”, diz o pintor.

A mostra, composta por 12 quadros, pode ser visitada de segunda a sexta-feira, entre as 9h30 e as 18h00, na Casa Municipal da Juventude de Aveiro, o mesmo local que acolheu, em 2010, a primeira exposição individual do autor.

As obras de António Rato figuram já em coleções particulares e instituições. Ultimamente tem também sido convidado para “expor noutros locais” e, para breve, está ainda uma outra exposição a realizar “talvez” na Biblioteca e Reitoria da UA, avança.

António José da Silva Rato nasceu em Matosinhos, em 1969. É licenciado em Contabilidade e Gestão pelo Instituto Superior de Contabilidade e Administração da Universidade de Aveiro (ISCA-UA). Vive atualmente na Gafanha da Nazaré e trabalha nos Serviços de Gestão Técnica e Logística da Universidade de Aveiro. Cultiva, como hobbies, há já alguns anos, a pintura, o desenho, os trabalhos manuais e as artes plásticas, tendo frequentado alguns cursos nestas áreas. É no mar, nos azuis e nos motivos marítimos, que encontra a sua principal fonte de entusiamo e inspiração. Realizou, em setembro de 2010, a sua primeira exposição individual, na casa Municipal da Juventude em Aveiro.

fonte


 



Data: 2013-01-30

feed
mapa