FacebooktweeteryoutubehistorypinSlideshare
Get flash player to play to this file
FACEBOOK
NEWSLETTER

Remover e-mail da newsleter:


DESTAQUES

PTM IBÉRICA

Sobrevoando o Porto de Aveiro #1 | 2014 | VÍDEOFOTO

Jardim Oudinot | Fotos Aéreas| 2014 | VÍDEOFOTO

Exercício/Simulacro “Porto Seguro 2013” (Vídeo-foto 1)

Porto de Aveiro em movimento #1 | 2014 | VÍDEOFOTO

Sobrevoando o Porto de Aveiro #2 | 2014 | VÍDEOFOTO

Bicentenário da abertura da Barra de Aveiro

Praia da Barra – Fotos de outros tempos

Excursão dos Empregados Superiores do «Diário de Notícias» a Viseu e Aveiro - 1930


METEO
Tempo Aveiro
LINKS

Figueira
Arquivo


Publicidade

FOTOS

 Entardecer no Cais

Entardecer no Cais
SLIDESHOW



Investigadores da Universidade de Aveiro descobrem novas espécies animais na plataforma continental portuguesa

Um grupo de investigadores da Universidade de Aveiro (UA) descobriu quatro novas esp écies animais na plataforma continental portuguesa, anunciou aquela instituição de ensino superior.

Tratam-se de vermes marinhos com uma forma muito simples e com poucas características morfológicas externas que permitam distingui-los.

«Os vermes marinhos têm maxilas bastante variáveis e é sobretudo através delas que se identificam as espécies. É preciso, portanto, paciência e muita dedicação», disse Ana Rodrigues, coordenadora da investigação.

As espécies identificadas pertencem à família dos Lumbrinerídeos e foram batizadas como Lumbrineris lusitânica, L. pinaster, L. luciliae e Gallardoneris iberica.

Neste último caso, é salientado que o género Gallardoneris era apenas conhecido no Oceano Pacífico, sendo a primeira vez que é encontrado no Oceano Atlântico.

OUÇA ESTA NOTÍCIA NA TSF

Este trabalho foi desenvolvido em colaboração com Luis Carrera-Parra, do laboratório ECOSUR, no México, e resulta da análise de material biológico colhido ao longo da plataforma continental portuguesa, nos vários projetos em que estes investigadores têm estado envolvidos.

As espécies tipo identificadas foram já depositadas na coleção de invertebrados marinhos do Departamento de Biologia da Universidade de Aveiro e no ECOSUR, bem como no Museu de História Natural de Lisboa e de Paris.

Os resultados desta investigação estão também aceites para publicação na revista internacional Zootaxa.

A coordenadora da investigação disse que ainda há muita coisa a aprender e a descobrir na plataforma continental portuguesa. «Os fundos da nossa plataforma continental são ainda um mundo para descobrir», afirmou.

Os trabalhos de investigação vão prosseguir, pelo que a cientista admite que podem surgir novidades em breve.

«Vamos continuar, possivelmente com coisas novas. É possível que ainda haja mais umas espécies novas», disse Ana Rodrigues.


 



Data: 2012-09-19

feed
mapa
Publicidade