NOTÍCIAS

MINISTRA DO MAR

Futuro do Porto de Aveiro é assumir-se como «um porto industrial»

O Porto de Aveiro deverá afirmar-se como “porto industrial”, à semelhança de Setúbal. Orientação estratégica assumida, esta quarta-feira, pela Ministra do Mar, durante as comemorações do Dia do Porto de Aveiro, na Gafanha da Nazaré.

Na perspetiva de Ana Paula Vitorino, os investimentos em curso, públicos e privados, como a infraestruturação de uma Zona de Actividades Logísticas e Industriais (ZALI), orçada em 26,2 milhões de euros, ou as melhorias das acessibilidades, permitirão “aumentar a capacidade de recepção de navios e, acima de tudo, confirmar o porto como porto industrial; é importantíssimo que assim seja, nem todos podem portos industriais”.

“Aveiro e Setúbal são portos industriais, fundamentais para o desenvolvimento de clusters ligados ao mar, aos sectores portuário e da construção naval. Mas queremos ir mais longe, para consolidar a ligação entre as empresas e as actividades dos operadores portuários”, vincou a governante na sua intervenção.

Ana Paula Vitorino referiu também a importância em Aveiro do sector da pesca, que considerou “fundamental”, apelando a que seja “desenvolvido para integrar o tecido industrial”.

A ação portuária deve passar “não só melhorar as acessibilidades, aumentar a capacidade”, mas também “atrair e consolidar novas indústrias e serviços”.

A Ministra do Mar espera que a administração portuária possa aderir à Janela Única Logística, um projecto já em desenvolvimento local com investimento de 5,1 milhões de euros, e dê passos, igualmente, para promover a instalação de ‘aceleradores” da actividade económica ligada aos portos, nomeadamente centros de inovação.

No início da intervenção, após a homenagem de 57 funcionários do Porto de Aveiro com mais de 25 anos de vínculo, Ana Paula Vitorino destacou a movimentação record de carga alcançada no final de 2018, com 5,6 milhões de toneladas, mais 474 mil toneladas (9,2%) do que em 2017. “Há aqui um prémio a atribuir ao Porto de Aveiro, que durante 2018 teve comportamento notável e acima da média nacional. Os outros portos tiveram também comportamento de destaque, Sines acima de qualquer referência na carga contentorizada”, exemplificou.

O acto incluiu ainda a actuação do Coro da Casa de Pessoal do Porto de Aveiro, seguida de um menu de degustação a cargo da Chef Patrícia Borges.

fonte

REPORTAGEM FOTOGRÁFICA

consciente@conscienteavm.com | Telm: 919 962 484