ÁUDIO

OLINTO RAVARA, PRESIDENTE DA APA:

«Porto de Aveiro tem grandes perspectivas de crescimento»

Olinto Ravara afirma-se disponível para continuar a servir o porto de Aveiro mas assume que este é o momento em que o Governo vai dizer o que pretende para o futuro da administração, numa Assembleia marcada para o final do mês (28 de Setembro).

Depois da saída de Braga da Cruz, dois administradores asseguraram a liderança transitória (João Borges num primeiro momento e Olinto Ravara nos últimos meses) e a definição de um modelo a médio prazo será concretizada no final deste mês.

Entrevistado pela Terra Nova, o atual presidente da APA afirma que qualquer que seja o cenário o Porto de Aveiro vai continuar a crescer (com áudio)

Olinto Ravara explica que a ferrovia vai ocupar as atenções nos próximos meses. Desde logo com a definição do futuro da plataforma de Cacia que exige obras e que a Infraestruturas de Portugal e empresas concessionárias vão debater.

O administrador desvaloriza a importância da plataforma para a APA uma vez que os contentores que estão em área portuária estão em trânsito e não foram carregados ou descarregados na Gafanha da Nazaré (com áudio)

Mas há também a área de atividades logísticas que depois da retirada de areia, em seis meses, vai avançar para a infraestruturação e coloca nas mãos do porto de Aveiro e de empresas de transporte ferroviário a decisão sobre o terminal de contentores.

A bitola das linhas é fundamental na decisão. O projeto de 2011 previa a bitola ibérica mas a bitola europeia exige capacidade para composições até 750 metros (com áudio)

O Porto de Aveiro promete tomar decisão sobre a criação de um terminal de contentores em breve e anuncia que vai construir um novo cais de 200 metros em frente às novas instalações da Fábrica A Silva Matos.

No futuro esse cais irá crescer até aos mil metros fazendo a ligação entre o terminal de granéis sólidos e o terminal RoRo onde opera a PTM Ibérica e onde hoje são carregadas pás eólicas.