FacebooktweeteryoutubehistorypinSlideshare
Get flash player to play to this file
FACEBOOK
NEWSLETTER

Remover e-mail da newsleter:


DESTAQUES

PTM IBÉRICA

Sobrevoando o Porto de Aveiro #1 | 2014 | VÍDEOFOTO

Jardim Oudinot | Fotos Aéreas| 2014 | VÍDEOFOTO

Exercício/Simulacro “Porto Seguro 2013” (Vídeo-foto 1)

Porto de Aveiro em movimento #1 | 2014 | VÍDEOFOTO

Sobrevoando o Porto de Aveiro #2 | 2014 | VÍDEOFOTO

Bicentenário da abertura da Barra de Aveiro

Praia da Barra – Fotos de outros tempos

Excursão dos Empregados Superiores do «Diário de Notícias» a Viseu e Aveiro - 1930


METEO
Tempo Aveiro
LINKS

Figueira
Arquivo


Publicidade

FOTOS

 Entardecer no Cais

Entardecer no Cais
SLIDESHOW


Um grupo de quadros do Porto de Luanda esteve, no início desta semana, no Porto de Aveiro. Tratou-se de uma visita técnica, tendo sido abordadas questões de interesse para ambas as administrações portuárias.



Dois representantes da Empresa Nacional de Administração dos Portos de S. Tomé e Príncipe (ENAPORT), estiveram de visita ao Porto de Aveiro. A delegação, que integrava Alexandre Guadalupe (Director-Geral) e Osvaldo Ceita (assessor da Direcção-Geral), foi recebida pelo pleno do novo Conselho de Administração da APA, S.A.



LIDERADO POR JOÃO PEDRO BRAGA DA CRUZ

O Governo nomeou na segunda-feira o novo Conselho de Administração dos portos de Aveiro e da Figueira da Foz, que será liderado por João Pedro Braga da Cruz. O novo presidente daqueles portos desempenha atualmente funções como presidente da Assembleia Municipal de Ovar pelo PSD. À administração presidida por Braga da Cruz juntam-se três novos vogais: Olinto Ravara, antigo deputado à Assembleia da República pelo PSD, João Begonha Borges, até ontem diretor do Banco Carregosa, e Luís Leal, que foi Presidente da Câmara Municipal de Montemor-o-Velho, tendo ainda desempenhado funções como presidente e vice-presidente da Comunidade Intermunicipal do Baixo Mondego.



José Luís Cacho anunciou esta segunda-feira ter cessado funções como presidente da Administração do Porto de Aveiro e do Porto da Figueira da Foz, devendo suceder-lhe Pedro Braga da Cruz.
“Cessámos esta segunda-feira as funções que desempenhámos na Administração do Porto de Aveiro (APA, S.A.), desde maio de 2005, e na Administração do Porto da Figueira da Foz (APFF, S.A.), desde dezembro de 2008, com o sentimento do dever cumprido”, anuncia José Luís Cacho em texto enviado à Lusa.

 



A Administração do Porto de Aveiro (APA) tem em curso um investimento de 3,2 milhões de euros, para melhorar as condições operacionais dos terminais de granéis, com vista a incrementar o transporte ferroviário. Trata-se das empreitadas de implementação da operacionalidade do terminal de granéis líquidos e a de reforço dos interfaces ferroviários dos terminais de granéis sólidos e líquidos, que integram o projeto de “Melhoria das condições operacionais e reforço dos interfaces ferroviários dos terminais de granéis líquidos e sólidos do Porto de Aveiro”.



Três portos - Setúbal, Aveiro e Leixões - são responsáveis pelo aumento da carga portuária movimentada em Portugal no ano passado, no qual foi batido um recorde absoluto de toneladas operadas. Sines movimenta quase metade da carga nacional.
 



13,4% DE CRESCIMENTO EM 2014

2014 foi mais um ano de recordes batidos no Porto de Aveiro, tendo-se aproximado dos 4,5 milhões de toneladas no total de mercadorias movimentas, o que constitui a melhor performance de sempre, com um crescimento de 13,42% face a 2013, ano onde se registou o anterior máximo.
A quantidade de mercadorias que chegaram ao Porto de Aveiro pelo seu ramal ferroviário cresceu 5,96% em relação a 2013 e 52,25% em relação 2012, o que garantiu uma cota modal ferroviária de 15,32%, valor que coloca o Porto de Aveiro acima da média portuguesa e ibérica neste importante indicador multimodal.



O Porto de Aveiro recebeu no dia 14 de Janeiro um grupo de 14 alunos do Instituto de Defesa Nacional de Timor-Leste, integrando elementos da Força de Defesa de Timor-Leste (F-FDTL), Polícia Nacional de Timor-Leste e quadros superiores do Ministério dos Negócios Estrangeiros, no âmbito do curso Elementar de Estado-Maior Conjunto e Integrado que frequentaram no Instituto Superior de Ciências de Informação e Administração.



Os números não mentem: o Porto de Aveiro foi a estrutura portuária nacional que mais cresceu no terceiro trimestre de 2014. O crescimento no movimento de mercadorias foi de 12,1 por cento, revelou, dia 15, um relatório do INE - Instituto Nacional de Estatística, referente àquele trimestre.



DESTAQUE DO «DIÁRIO ECONÓMICO»

O Porto de Aveiro bateu no ano passado o recorde absoluto de movimentação de mercadorias ao atingir um total de 6,6 milhões de toneladas, consolidando com o porto da Figueira da Foz, o que representou um crescimento de cerca de 9,2% face aos cerca de seis milhões de toneladas movimentadas em 2013 pelos dois portos.



NA SUA PRIMEIRA VIAGEM AO «PAÍS REAL» ENQUANTO PRESIDENTE DA EP REFER

O administrador da REFER e da Estradas de Portugal considera que a sua primeira viagem ao “país real” tem na passagem pelo Porto de Aveiro uma marca forte por se tratar de um espaço que articula transporte marítimo, ferroviário e rodoviário. António Ramalho assumiu que se tratou de uma opção pensada.



HOJE, 13 DE JANEIRO

O Presidente do Conselho de Administração da EP/REFER visita esta terça-feira, 13 de Janeiro, o Porto de Aveiro (APA, S.A.). As perspectivas de desenvolvimento da ferrovia nesta infraestrutura portuária, potenciadas com a futura electrificação da ligação ferroviária Cacia-Porto de Aveiro, estarão em destaque na deslocação de António Ramalho.



A 20 DE JANEIRO

O ROADSHOW PORTUGAL GLOBAL vai já para a sua 5ª sessão, a primeira de 2015. Dia 20 de Janeiro a AICEP vai estar em Aveiro, mais uma região de Portugal onde a AICEP irá encontrar algumas das mais importantes empresas nacionais.



O Porto de Aveiro foi o local escolhido para mais uma reunião do Grupo de Trabalho da Associação de Portos de Portugal, para os Sistemas de Informação. A equipa coordenada por José Pedro Soares, membro do Conselho de Administração do Porto de Sines, continuou a sua reflexão sobre os sistemas de informação em funcionamento nos Portos Nacionais e sobre o estabelecimento de uma estratégia comum que permita a economia de recursos despendidos neste domínio.
 



RUI PAIVA, SOBRE O PORTO DE AVEIRO

O Porto de Aveiro termina o ano em alta. O recorde de movimentação de mercadorias foi batido ainda em Novembro mas a administração acredita que há margem para continuar a crescer.



COM AVEIRO EM DESTAQUE

O movimento de mercadorias registado nos sete principais portos do Continente entre Janeiro e Novembro deste ano atingiu um volume de 75,35 milhões de toneladas, o valor mais elevado de sempre, pelo que se espera que a contabilização de todo o ano de 2014 proporcione um novo máximo histórico neste capítulo. Este crescimento do movimento da carga deveu-se aos portos de Setúbal e de Aveiro, com subidas, respectivamente, de 18,2% e de 15,7%, nos onze meses do ano até agora completos.



COM CAPACIDADE DE ELEVAÇÃO DE 104 TONELADAS

O Porto de Aveiro recebeu este fim de semana o navio MV Stellaprima, do armador holandês Jumbo Maritime, que descarregou duas gruas pertencentes à PTM Ibérica, destinadas à operação portuária em Aveiro.



No dia 18 do corrente mês de Novembro, o Porto de Aveiro atingiu um novo record no que reporta à quantidade de mercadorias movimentadas num ano, ao ultrapassar o anterior máximo estabelecido no final de 2013. Ainda a mês e meio do fim do ano, o Porto de Aveiro ultrapassou pela primeira vez na história da sua atividade os 4 milhões de toneladas movimentadas,



A Refer anunciou esta terça-feira ter consignado à OPWAY - Engenharia, SA, por cerca de 1,6 milhões de euros, a eletrificação do ramal ferroviário de ligação ao Porto de Aveiro, numa extensão de 8,8 quilómetros.
A eletrificação do ramal, que está em exploração desde 2010, visa aumentar a quota de mercado do transporte ferroviário de e para o Porto de Aveiro, e “permitirá, com o recurso à tração elétrica, reduzir as emissões de gases de efeito de estufa, o nível de ruído e os custos de energia, com impacto direto nos custos da operação”.



A empreitada de electrificação do ramal ferroviário de acesso ao Porto de Aveiro deverá arrancar nos próximos dias, prevendo-se que esteja concluída em Agosto de 2015, anunciou esta segunda-feira a REFER. A obra, cujo concurso foi lançado com um preço base de dois milhões de euros, compreende as intervenções necessárias à electrificação do ramal de acesso ao Porto de Aveiro e das linhas da Plataforma Logística de Cacia.



feed
mapa
Publicidade